Home » A Festa » Músicas » Música de casamento: quantas são e como escolher a ideal?

Música de casamento: quantas são e como escolher a ideal?

Música de casamento: quantas são e como escolher a ideal?

O casamento é um momento único na vida do casal e a música de casamento tem o poder de contar a história dos noivos. Então, quem está planejando se casar deve ficar atento ao escolher seu repertório.

Ao planejar um casamento, há muitos detalhes para darmos atenção e, por isso, a maioria das noivinhas separa de um a dois anos para se dedicar aos preparativos deste dia tão marcante. Fizemos esse post especialmente para ajudar você a escolher suas músicas de acordo com o estilo da sua cerimônia. Vamos lá?

O local da cerimônia

A definição do lugar em que a cerimônia será realizada é muito importante e influenciará diretamente a seleção musical. Quando optamos por uma cerimônia na igreja, é muito importante se ater às normas estabelecidas, inclusive em relação aos estilos e quantidade de entradas permitidas para a cerimônia.

Caso a cerimônia se realize em um sítio ou buffet, os noivos terão mais liberdade para escolher as músicas e o o número de entradas. Essa liberdade possibilita a escolha de um repertório mais alternativo e personalizado, entradas diferentes, entre outros detalhes. O segredo é chegar à medida ideal, deixando a a trilha sonora com a cara de vocês e tomando cuidado para não tornar o momento demorado e cansativo.

É comum que sejam executadas de cinco a dez músicas na cerimônia de acordo com as entradas. Vale também salientar que a escolha de um coral ou banda também fará toda a diferença na execução e no estilo de repertório escolhido.

Principais entradas

A música de casamento têm o poder de potencializar a grandiosidade e importância do evento. As principais entradas seguem uma ordem, que pode variar de acordo com o estilo da cerimônia, mas, em geral, é a seguinte: pais, padrinhos, noivo, noiva, pajens, daminhas e floristas.

Temos também os momentos especiais que acontecem durante a cerimônia, como a benção, cumprimentos e saídas dos noivos. De acordo com o gosto e desejo de cada casal, é possível acrescentar outras entradas ou momentos, sempre  buscando deixar a cerimônia o mais leve possível, sem muita delongas.

A entrada dos pais, padrinhos e noivo

Estas serão as primeiras músicas do casamento, então é preciso ter muito carinho na escolha deste repertório. Nas duas primeiras entradas da cerimônia, podemos optar por música instrumental tradicional ou uma balada transformada em instrumental. A segunda possibilidade — bem elegante e que transporta os convidados para o momento e os deixa atentos — é usar um tema de filme, que tenha compatibilidade com a personalidade dos noivos.

Uma dica muito importante é que, neste momento, o ideal é que o casal faça a escolha junto. Lembre- se: os padrinhos participam da vida do casal e o noivo é parte fundamental da história, então precisa existir um contexto musical nessas entradas.

As músicas escolhidas para os padrinhos e o noivo devem ser especiais, sim, mas não podem se sobressair em relação à música da noiva.  É preciso haver um equilíbrio entre as canções e as entradas, tornando cada uma singular.

A música de casamento para entrada da noiva

Cada um tem sua partição e importância durante a cerimônia, porém a entrada da noiva é rodeada de expectativas e precisa ser surpreendente. Para este momento, escolha uma música forte e marcante, à altura da Marcha Nupcial, caso esta não seja a sua escolha. É preciso que todos prestem atenção a sua entrada!

Se escolher pela Marcha Nupcial, fique atenta à execução, e não se esqueça de acrescentar os clarins para anunciar a sua chegada — isso fará toda a diferença. É importante escolher uma boa banda ou coral, então, escute-os antes da contratação, ficando atenta às indicações do cerimonial ou de outras noivas que conheçam o trabalho destes profissionais.

Caso a música de casamento seja diferente da tradicional, opte por uma canção que tenha uma história com os dois e que faça jus ao momento.

O momento dos pajens, daminhas e floristas

Uma maneira de clarear as ideias para as noivinhas é pensar que estes participantes, na maioria das vezes, são crianças, então o tema deve ser leve. É possível usar temas de filmes infantis tocadas de maneira instrumental, para manter a elegância e a imponência do momento. Contudo, para os casamentos mais descolados, com repertório pouco tradicional e menos sério, é possível usar músicas com temas infantis tocadas de maneira original, por um coral ou banda.

Lembre-se de que, no momento em que as crianças estão em cena, a cerimônia ganha um ar descontraído e os convidados se encantam com o charme e desenvoltura dos pequenos. Nesse contexto, as músicas leves caem super bem.

As bênçãos para os noivos

Para este momento, o ideal é que se toque uma música sacra. Para aqueles noivos que são católicos e que querem um casamento mais tradicional o ideal é tocar Ave Maria. Vale lembrar que, em algumas igrejas, a Ave Maria é obrigatória, então sempre tenha atenção quanto às regras do lugar escolhido para cerimônia, para não haver surpresas.

Para os noivinhos evangélicos, a sugestão é tocar o Pai Nosso, que tem tudo a ver com o contexto ou escolher algum hino tradicional em sua igreja e que agrade aos dois.

Trate o momento das bênçãos com seriedade, mas saiba dar leveza, pois logo em seguida virão os cumprimentos. É preciso que seus músicos tenham esta sensibilidade e saibam te conduzir nestas escolhas.

O momento dos cumprimentos

Este é o momento de descontração na cerimônia, então escolhas músicas de casamento leves, como músicas que fizeram parte do namoro de vocês. Para dar um pouco de imponência à sua escolha, opte por músicas executadas de maneira instrumental. Esta escolha funciona para casamentos na igreja ou mais tradicionais.

Para uma cerimônia em um buffet ou sítio, é possível ampliar as possibilidades. Nestes ambientes, podemos ser tradicionais ou casuais. Ao sermos casuais, podemos usar as músicas em suas versões originais. Elas podem ser executadas por uma banda de maneira mais lenta, para que se encaixe o momento, preparando os convidados para o momento final, a saída dos noivos.

A saída dos noivos

Este é o grande final e início ao mesmo tempo: é a hora certa de usar uma música animada e que faça parte da história de vocês!

A música de casamento deve ser pensada com antecedência e é importante ter mais de uma opção. Tenha de duas a três músicas para cada momento da sua cerimônia dos sonhos e mantenha o noivo tão envolvido nesta escolha como você. Planejar um casamento e fazer com que seus desejos sejam realizados com louvor é uma tarefa desafiadora.

Deixe um Comentário ( Não Custa nada )

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

*

x

Check Also

Músicas de casamento que nunca caem de moda

O repertório musical de uma cerimônia de casamento é uma das coisas que ficam marcadas ...

As melhores músicas de casamento 2017: as 90 que vão bombar!

Uma nova temporada de casamentos se aproxima. Com ela, uma nova vitrine musical para as ...