Home » O Casamento » Aliança » 10 DICAS DE COMO ESCOLHER AS ALIANÇAS DE CASAMENTO

10 DICAS DE COMO ESCOLHER AS ALIANÇAS DE CASAMENTO

A escolha das alianças de casamento deve ser feita de forma muito especial, pois além de serem o símbolo do amor, ocupam um momento especial da celebração e nas fotos a serem eternizadas. Sem contar que farão parte da vida do casal durante muito tempo ou por toda a vida.

Não se sabe ao certo se a aliança surgiu entre gregos e romanos ou entre os hindus. Os romanos acreditavam que, no quarto dedo da mão esquerda, passava uma veia ligada diretamente com o coração, daí a razão da aliança ser usada nesse dedo. O fato é que essa joia é o símbolo da união e do amor do casal, e seu uso apenas começa no dia do casamento.

Em meio a tantas preocupações na hora de organizar o casamento a escolha das alianças não pode ficar em segundo plano.

Embora possa não parecer complicada, a etapa da escolha das alianças do casamento, é importante e delicada sim, principalmente quando se envolve estilo.

Para te ajudar nesta empreitada, separamos algumas dicas super valiosas, para você não errar na escolha das suas alianças 😉

LINHA INFINITO DA DESIGNER ELISA PAIVA

LINHA INFINITO DA DESIGNER ELISA PAIVA

1. quando devo começar a pesquisar?

Inicie as pesquisas com pelo menos 4 a 5 meses antes de seu casamento, principalmente se optarem por modelos personalizados, feitas à medida, ou feitas especialmente para vocês. Se pretenderem fazer uma gravação da data de casamento, esta pode demorar até um mês, por isso acrescentem mais este tempo.

Mas se não faz questão de modelos personalizados, é preciso pelo menos dois meses para pesquisar a forma, o tipo e o preço das alianças. Este período de tempo será importante para selecionarem duas ou três alianças de casamento que tenham se encantado, revendo-as e experimentando-as diversas vezes. E se estiverem com muita pressa podem sempre comprar as alianças e questionar a possibilidade de as trazerem mais tarde para gravar.

Dica extra: Escolha um modelo bonito, confortável e durável. O casal pode escolher junto, ou o seu noivo pode querer fazer uma surpresa. Para isso, a dica é que ele fique atento ao seu gosto em relação a joias e saber o número de anel que você usa.

2. pesquise em joalherias de confiança

Faça uma lista de joalherias competentes e de confiança, ou recomendado por amigos; perguntem sempre pelo certificado do ouro, do diamante, com a medida da pedra, peso, corte e qualidade. Considere o corte do diamante a característica mais importante, pois é o que determina o seu brilho. Pesquise sobre valores de investimento,  sobre a qualidade do material utilizado, sistema de garantia, troca etc.

O joalheiro poderá lhe ajudar a escolher o modelo de acordo com a sua personalidade, bem como os metais preciosos candidatos, e ainda te auxiliar a manter-se dentro do seu orçamento. Nele você também obter informações detalhadas sobre os metais de pureza e facilidade de transporte. Geralmente, quanto maior o grau de pureza de metais preciosos, mais valiosos são os anéis.

3. investimento

As alianças devem ser consideradas tão importante quanto o vestido do casamento, a final, como já dissemos este será o maior símbolo deste rito de passagem que ficará marcado por toda vida. Por isso, já os inclua suas pesqueisas de preços no investimento total do casamento.

Quanto aos preços, não se esqueçam que vai depender muito do local e do material. Mas modelos anatômicos e mais leves costumam ser os mais baratos. Já as alianças de diamantes são as mais caras.

4. sentir os anéis nos dedos

Evite apenas olhar, para se obter uma escolha precisa, experimente cada modelo que te agradar. Assim você poderá perceber o peso do anel em seu dedo. Ah! E preste atenção se suas mãos estão em temperatura ambiente, pois seus dedos podem estar inchados e interferir nas provas.

5. horário e dia ideal para comprar

Sim, você sabia que existe horário e dia mais indicado para comprar as alianças de casamento. Se tiverem feito exercício físico, ou pela altura da manhã, os dedos tendem a estar mais inchados, durante o período também os dedos tendem a estar mais inchados. Até do Verão para o Inverno os dedos variam de largura. Optem por fazer a prova final numa dia em que estejam calmos, e que a temperatura do corpo esteja mais normais e estabilizadas.

6. qualidade

As alianças de casamento deverão ter duas marcas na parte interior, a primeira indica a marca do fabricante, e a segunda indica a qualidade do material. Se a aliança tiver mais do que um material, por exemplo, se for de ouro e de platina, esta aliança deverá de ter três marcas, duas marcas de qualidade do material e uma do fabricante.

7. estilo

As alianças de casamento serão usadas por muito tempo, e por ser muito tempo que irão passar com estas alianças, elas deverão estar de acordo com o passar dos anos. Tentem não escolher alianças que passem rapidamente de moda, ou que se fartem com facilidade. Comprar alianças de casamento não é o mesmo que comprar uns jeans que se podem trocar quando estamos fartos deles.

Dica: Podem optar por alianças de platina lisas, e irem incluindo um pequeno diamante por cada ano do aniversário de casamento.

8. clássico ou moderno

Existem alianças com texturas, pedras, ou simplesmente lisas. Se preferirem a aliança de ouro amarelo polido com um aspecto tradicional, podem optar por alianças de ouro de 14, 18 ou 24 quilates. Quanto maior o número de quilates do ouro, mais dourada será a aliança. Se tiver preferências mais modernas, podem preferir uma aliança com uma superfície menos arredondada, ou até com as extremidades quadradas.

9. alianças diferentes

As diferenças tendem a complementar-se. Se chegarem à conclusão que isso se reflete na escolha das alianças, preferindo optar por uma aliança distinta para cada um, para homogeneizarem a escolha, podem optar por escolher a mesma inscrição, ou o mesmo metal base para as alianças, sendo os feitios e ornamentações distintos.

10. gravação das alianças

Uma vez que o seu formato, cor, estilo, largura e o tipo de metal estão definidos, chegou a hora de escolher se haverá gravação nas alianças ou não, e caso esta seja uma opção, é super importante que escolha seja informada no momento da compra.

As gravuras podem ser feitas de muitas formas, tanto na parte interior, quanto na parte superior do anel. A designer de joias Elisa Paiva oferece aos casais apoixados, além de confeccionarem suas próprias alianças, podem gravar seus nomes e até mesmos trechos de poemas ou músicas românticos, de próprio punho.

ALIANÇA - DESIGNER ELISA PAIVA

ALIANÇA – DESIGNER ELISA PAIVA

ALIANÇA - DESIGNER ELISA PAIVA

ALIANÇA – DESIGNER ELISA PAIVA

ALIANÇA - DESIGNER ELISA PAIVA

ALIANÇA – DESIGNER ELISA PAIVA

tipos de mãos

A forma das mãos também desempenha um papel muito importante na escolha das alianças. Tal como uma moldura é fundamental para a fotografia, também as mãos o são para as alianças.

♥ A aliança mais achatada fica melhor num dedo mais fino.

♥Uma aliança muito fina pode parecer algo perdida numa mão grande. Optem por alianças de largura média com algum design mais apelativo.

♥ Para dedos compridos, uma aliança com um design diagonal dá a ilusão de uma largura maior.

♥ Numa mão com dedos mais grossos, pode-se usar uma aliança mais larga, desde que esta tenha os cantos arredondados, pois exercem menos pressão sobre os dedos.

♥ Uma mão pequena fica melhor com uma aliança com diversas pedras pequenas colocadas em linha.

♥ Considerem o peso das alianças na altura da escolha. Uma aliança adornada por diamantes implica um visual com mais impacto e deve de ser escolhido de acordo com a forma da mão e dos dedos em mente. Pedras maiores combinam com mãos maiores.

ALIANÇA - DESIGNER ELISA PAIVAv

ALIANÇA – DESIGNER ELISA PAIVA

tipos de alianças

Se sua prioridade é o conforto, escolha as alianças anatômicas; elas têm o seu diâmetro arredondado, o que evita que aperte o dedo.

Você pode optar por alianças polidas ou escovadas. A única diferença é que as polidas são mais brilhosas. Se você escolher um desses modelos, pode mudá-lo ao longo dos anos, de polida para escovada, e vice-versa.

Há três opções de ouro: amarelo, branco e vermelho. Escolha o que mais agradar ou faça uma mistura de dois ou três tipos.

Alianças de ouro e de platina são as mais duráveis. As de platina são mais caras, por se tratar de um metal mais denso.

Quanto às alianças de ouro, há uma variação. Alianças de 18 quilates possuem 75% de ouro puro, mais 25% de ligas metálicas (prata e cobre), as de 24k possuem maior pureza, porém, por serem mais maleáveis, oferecem pouca resistência; já as de 14k têm a menor pureza de ouro.

Se você não gostar de nenhum modelo disponível nas vitrines, pode escolher um modelo feito artesanalmente.

E é isso! Não se aprece para tomar uma decisão, somente se ambos realmente estiverem se sentindo bem em todos os aspéctos, será o momento certa para a decisão final de compra.

Deixe um Comentário ( Não Custa nada )

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

*

x

Check Also

Mudança de nome depois do casamento

Por: Carla Loureiro Quando decidimos nos casar, algumas dúvidas em relação ao sobrenome logo surgem: ...

Porta alianças: 12 ideias lindas! ideias para 2018

Talvez a fase dos preparativos de um casamento seja a mais esperada e uma das ...